domingo, 14 de setembro de 2014

Escola Agrícola de Jundiaí abre inscrições para ingresso em cursos técnicos à distância

Cecília Oliveira - Assessoria de Comunicação e-Tec/Escola Agrícola de Jundiaí
A Escola Agrícola de Jundiaí, Unidade Acadêmica de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Coordenação do e-Tec/EAJ/UFRN abre Edital de inscrição Nº 15/2014-EAJ para o processo seletivo para ingresso nos cursos técnicos à distância na modalidade subsequente em 11 municípios polos.  São ofertadas 1145 vagas para os cursos Técnicos em Cooperativismo, Comércio Exterior, Agroindústria, Agropecuária e Informática. 
Lançado em 2007, o sistema Rede e-Tec Brasil tem como objetivo a oferta de educação profissional e tecnológica à distância e tem o propósito de ampliar e democratizar o acesso a cursos técnicos de nível médio, públicos e gratuitos, em regime de colaboração entre União, estados, Distrito Federal e municípios. No Rio Grande do Norte, a Escola Agrícola de Jundiaí é uma das ofertantes e tem beneficiado 700 jovens e adultos nos municípios de Macaíba, Monte Alegre, Vera Cruz, Ceará-Mirim, São Paulo do Potengi, Touros, Apodi e Natal.
Os interessados em participar da seleção devem realizar suas inscrições nos polos de Apodi, Areia Branca, Assú, Caicó, Ceará-Mirim, Ceará-Mirim - Assentamento Rosário, Monte Alegre, São Paulo do Potengi, Touros e Vera Cruz, e na Escola Agrícola de Jundiaí para o polo de Macaíba, a partir do dia 12 de setembro a 08 de outubro, no horário de 08h às 12h e das 14 às 16 horas, onde preencherá o formulário de inscrição. Cada candidato terá direito apenas a uma inscrição.
As Provas serão aplicadas no dia 19 de outubro, a partir das 8 horas, e serão realizadas nos municípios polos. O edital está disponível em: http://www.eaj.ufrn.br/
Baile da Primavera da AABB acontece
nesta sexta-feira

Exibindo 12° BAILE DA PRIMAVERA (1).jpg

A estação mais charmosa do ano está chegando e para comemorar a AABB realiza o tradicional Baile da Primavera, nesta sexta-feira, 19, às 22h. A noite também será em comemoração ao aniversário do produtor cultural Ricardo Maia.

A animação desta 12ª edição fica por conta da Orquestra Super Oara, que contará com a participação de muitos convidados especiais, dentre eles Silveirinha, Neyde Lis, Artenisa, Daure, Luizinho Nobre e Messias Paraguai.

Também já confirmaram presença no evento os cantores Janilson e Humberto da banda Los Manos e Don Cardoso e Manelito da Orquestra Don Cardoso, Betover e Jubileu da banda Perfume de Gardênia.

As mesas já estão à venda pelo telefone (84) 9406.4142 e na recepção da AABB, das 9h às 19h.
 
Serviço:
Evento: 12º Baile da Primavera e aniversário de Ricardo Maia
Data: 19 de setembro (sexta-feira), 22h
Atrações: Orquestra Super Oara e convidados
Local: AABB
Realização: RM Shows 30 anos
Produção: 9406.4142
Informações: Telepesquisa 3620.5262

segunda-feira, 14 de abril de 2014

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO DURANTE A MISSA DE RAMOS

Papa Francisco: "Quem sou eu diante do meu Senhor?

Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco deu início neste domingo aos ritos da Semana Santa, com a procissão de ramos, dia em que a Igreja recorda a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. E o fez entre ramos de oliveiras e palmas, trazidas por milhares de fiéis que vieram até a Praça São Pedro para participar da celebração eucarística. É o início da festa cristã que, ao longo de toda a semana e com diversos atos litúrgicos, celebrará a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus.

Na procissão pelo interior da Praça São Pedro, que deu início à celebração eucarística, Francisco foi precedido por jovens da Diocese de Roma e de todos os continentes, por cerca de 100 sacerdotes, bispos e cardeais que concelebram a Santa Missa.
Cerca de 3 mil ‘parmureli’ – folhas novas brancas de palmeira tramadas – foram usadas na Praça São Pedro. Seguindo uma antiga tradição, estes trabalhos artesanais com valor religioso e também ornamental, foram enviados de San Remo e de Bordighera, região da Ligúria, e foram entregues ao Santo Padre, aos Cardeais, Bispos e fiéis presentes na cerimônia.

A ‘parmurelu’ que foi entregue ao Papa Francisco foi entrelaçada com três folhas de palmeira unidas, simbolizando a Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. A obra foi confeccionada nos dias passados na Cooperativa ‘Il cammino’, junto aos outros 3 mil exemplares de dimensões menores, todos entrelaçados segundo a tradição da Ligúria.
Francisco também usou um báculo de madeira, trabalhado de um tronco de oliveira, doado por um grupo de detentos da Casa de Detenção de Sanremo, noroeste da Itália, que estão sendo acompanhados por uma cooperativa fundada pelo bispo daquela Diocese, Dom Antonio Suetta.
 
Também neste domingo a Igreja celebra a Jornada Mundial da Juventude em nível diocesano. No encerramento da celebração a entrega por jovens brasileiros, dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude – a Cruz da redenção e o Ícone de Nossa Senhora – aos jovens poloneses. Recordamos que a próxima JMJ com a presença do Santo Padre será em Cracóvia, em 2016.

O Papa deixou de lado a sua homilia escrita e improvisou uma profunda reflexão recordando os personagens descritos na leitura do Evangelho deste domingo. O Papa pediu um exame de consciência a todos os fiéis, e com qual personagem nos identificamos.

Esta semana tem início com a procissão alegre com os ramos de oliveira – disse o Papa -:todo o povo acolhe Jesus. As crianças, os jovens cantam, louvam a Jesus. Mas esta semana vai avante no mistério da morte de Jesus e da sua ressurreição. Ouvimos as palavras da Paixão do Senhor. Então o Papa faz uma pergunta:

Quem sou eu diante do meu Senhor? Quem sou eu, diante de Jesus que entra em festa em Jerusalém? Eu sou capaz de expressar a minha alegria, de louvá-lo? Ou me distancio? Quem sou eu, diante de Jesus que sofre? Ouvimos muitos nomes: muitos nomes. O grupo de líderes, alguns sacerdotes, alguns fariseus, alguns mestres da lei que tinham decidido matá-lo. Eles estavam esperando a oportunidade para prendê-lo.
 
E o Papa continua as suas perguntas:
Eu sou como um deles? Também ouvimos outro nome: Judas. 30 moedas. Eu sou como Judas? Ouvimos ainda outros nomes: os discípulos que não entendiam nada, que se adormentavam enquanto o Senhor sofria.

A minha vida está adormentada? Ou sou como os discípulos, que não entendiam o que significava trair Jesus? Como aquele discípulo que queria resolver tudo com a espada: eu sou como eles?
Eu sou como Judas, que finge amar e beija o Mestre para entregá-lo, para traí-lo? Eu sou um traidor? Eu sou como os líderes que, com pressa, fazem o tribunal e procuram falsos testemunhos: Eu sou como eles? E quando eu faço essas coisas, se eu as faço, acredito que com isso salvo o povo?

Francisco continua com as suas perguntas em meio a uma Praça silenciosa e reflexiva.
Eu sou como Pilatos que, quando vejo que a situação está difícil, eu lavo as minhas mãos e não sei assumir a minha responsabilidade e deixo condenar - ou condeno eu - as pessoas? Eu sou como aquela multidão que não sabia bem se se encontravam em uma reunião religiosa, ou num processo ou em um circo, e escolhe Barrabás? Para eles é a mesma coisa: era mais divertido humilhar Jesus.

Eu sou como os soldados que batem no Senhor, cospem n’Ele, O insultam, se divertem com a humilhação do Senhor? Eu sou como o Cirineu, que voltava do trabalho, cansado, mas ele teve a boa vontade de ajudar o Senhor a carregar a cruz? Eu sou como aqueles que passavam diante da Cruz de Jesus e zombavam d’Ele: “Mas ... tão corajoso! Desça da cruz, e nós vamos acreditar n’Ele”. O insulto a Jesus ... Eu sou como aquelas mulheres corajosas, e como a Mãe de Jesus, que estavam ali, sofrendo em silêncio?
 
Eu sou como José, o discípulo escondido, que leva o corpo de Jesus com amor, para sepultá-lo? Eu sou como essas duas Marias que permanecem na porta do sepulcro, chorando, rezando? Eu sou como esses líderes que no dia seguinte foram a Pilatos para dizer: “Mas, olha ele dizia que iria ressuscitar; que não seja mais um engano”, e bloqueiam a vida, bloqueando o sepulcro para defender a doutrina, para que a vida não venha para fora? Onde está meu coração?

E o Papa conclui: “A qual dessas pessoas eu me assemelho? Que esta pergunta nos acompanhe durante toda a semana. (SP)

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Copa Dr. Ruy Pereira de Futsal começa nesta quinta (20)

A Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer de São Gonçalo do Amarante vai iniciar a Copa Dr. Ruy Pereira de Futsal Adulto Masculino – Edição 2014. A competição terá início na noite desta quinta-feira (20), no ginásio de esportes Senador Luiz de Barros, localizado na comunidade de Santo Antônio do Potengi, a partir das 19h. A competição tem a realização da Federação Norte-riograndense de Futebol de Salão com apoio da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante. Na rodada dupla de abertura da fase classificatória vão se enfrentar Portugual x Abençoados e Os Plays x Serrada FC. 

Fonte: Secretaria de Comunicação

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

RECEITA FEDERAL NORMATIZA APLICAÇÃO DO REGIME TRIBUTÁRIO DE TRANSIÇÃO

O Regime Tributário de Transição (RTT) foi instituído pela Lei nº 11.941, de 27 de maio de 2009, com o objetivo de dar neutralidade tributária aos novos métodos e critérios contábeis introduzidos pela Lei nº 11.938, de 2007, no contexto de harmonização das normas brasileiras às normas contábeis internacionais.
O RTT determina que para fins tributários devem ser considerados os critérios contábeis de 2007. Essa diferença faz com que existam duas contabilidades: uma societária, com os novos critérios contábeis, e outra para fins fiscais, com os critérios de 2007. Essa diferença tem provocado dúvidas na aplicação do RTT. A IN RFB nº 1.397, de 2013, visa esclarecer essas dúvidas, especificamente quanto ao cálculo e pagamento dos juros remuneratórios sobre o capital próprio (JCP) e dos ajustes efetuados em função de investimentos avaliados pelo valor de patrimônio líquido, método de equivalência patrimonial (MEP).
A IN também dispõe sobre a aplicação do Parecer PGFN/CAT nº 202, de 2013, o qual define que o lucro a ser considerado para fins da isenção é o lucro fiscal obtido com a aplicação do RTT, e não o lucro societário obtido com base nas novas regras contábeis. A IN esclarece acerca do tratamento tributário da parcela excedente de lucros distribuída.
Normas procedimentais
Relativamente às normas procedimentais, a IN determina que, a partir de 2014, o contribuinte deverá apresentar anualmente a Escrituração Contábil para fins Fiscais (ECF), que deverá conter todos os lançamentos do período de apuração considerando os critérios contábeis de 2007.
Atualmente, os contribuintes informam à RFB apenas os lançamentos contábeis que devem ser excluídos e incluídos na escrituração societária e, a partir dessas informações, a RFB elabora a Escrituração Contábil para fins Fiscais de cada contribuinte (critérios contábeis de 2007). Entretanto, os contribuintes têm informado os lançamentos de exclusão e inclusão de forma consolidada e com erros.
A medida é fundamental para que a RFB possa verificar se os contribuintes estão apurando corretamente os tributos. 

Fonte: Site da Refeita de Federal - 17.09.2013

segunda-feira, 29 de julho de 2013

CAMPEONATO MUNICIPAL SÃOGONÇALENSE 2013


Neste Domingo (28.07), pelo campeonato municipal 2013 de futebol de campo, São Gonçalo viu um grande jogo entre Auto Esporte Atlético Clube x Potiguar F.C.. O jogo aconteceu no Estádio Poti Cavalcanti na sede do Município e domínio do Auto Esporte A.C.

O tricolor saiu na frente, aos vinte e cinco minutos do 1º tempo abriu o marcador e assim terminou o primeiro tempo. O tricolor Sãogonçalense precisava da vitória, já que no jogo de ida em Guanduba perdeu por 4 a 0 para o Potiguar F.C.

Mas, o segundo tempo foi todo do Potiguar F.C., que foi pra cima e não deixou o seu adversário jogar, aos vinte minutos do 2º tempo o Alviverde de guanduba empatou. O Auto esporte sentiu e em um contra-ataque rápido do Potiguar, o zagueiro do tricolor fez penalti. O atacante Rafael Ureia converteu o penalti e o Potiguar venceu o Auto Esporte de virada por 2 a 1 e assumiu a liderança isolada da chave B com 10 pontos.


quinta-feira, 25 de julho de 2013

GRANDES NOMES DO ESPORTE BRASILEIRO RECEBEM AS BENÇÃOS DO PAPA FRANCISCO

"Ele pediu que a gente levasse a bênção para todos os atletas. O meu coração está batendo diferente. A gente consegue passar através do esporte garra e determinação, e isso o Papa tem de sobra", disse Fabi. "Eu acho que todo mundo queria estar aqui neste momento. Eu faço parte de um grupo de jovens, e esta é uma oportunidade única para a gente refletir", disse Fabiana.


O coordenador técnico da Seleção Brasileira de futebol, Carlos Alberto Parreira, afirmou: "Eu tive o privilégio de ir ao Vaticano e cumprimentar um papa. Foi uma emoção inesquecível. Só a religião católica e o futebol são capazes de movimentar tanta gente. É muito bonito ver esta multidão nas ruas".